AFASTAR-SE DO INTENSO ESTRESSE DA VIDA DIÁRIA


AFASTAR-SE DO INTENSO ESTRESSE DA VIDA DIÁRIA

Mensagem de Saul - por John Smallman
em 09 de março de 2011



Esperar é difícil para a humanidade, e muitos de vocês têm vidas muito atarefadas, em que vocês vivem estressadamente correndo para todos os lugares e temem chegar atrasados.

Realmente parece que vocês não têm tempo suficiente para se dar ao “luxo de esperar”; de fato, esperar é uma penitência, um sacrifício, um desperdício de tempo que vocês acreditam ser inaceitável.

Mas se fossem verdadeiramente sinceros com vocês, muitas de suas atividades com que vocês se ocupam não têm, no fim, um grande resultado.

Na realidade, normalmente, as coisas que vocês fazem precisam ser refeitas, porque ocorreram erros ou porque informações novas que surgiram exigem que sejam refeitas.

Vocês frequentemente descobrem que se tivessem esperado antes de falar ou agir vocês teriam economizado tempo e esforço.

E ainda assim a sua necessidade de estar fazendo — um senso constante de urgência — parece reger suas vidas.

É por isso que vocês realmente precisam tirar um tempo para meditar, relaxar, e se desprender.

Se vocês não tiram um tempo, todos os seus relacionamentos se tornam cada vez mais estressantes, tendendo para disfunção, e assim vocês tentam aliviar o estresse indo regularmente a uma academia, malhando, ou correndo, e estas atividades extras ocupam ainda mais tempo de suas vidas super atarefadas.

Eventualmente algo acontece em suas vidas - acidente de carro, doença séria, perda do emprego, falência, divórcio – e vocês se encontram forçados a encontrar tempo para lidar com estas questões, aumentando mais ainda a tensão em vocês.

Estas questões não são acidentais.

Estas questões surgem para chamar sua atenção.

A intenção delas é desacelerá-los de forma que vocês possam avaliar e dar um tempo para si, sendo amáveis e gentis com vocês – perdoando-se – ao invés de se esforçarem cada vez mais para obter resultados que simplesmente parecem estar se distanciando.

O estresse da vida na ilusão se torna exaustivo, mas como acontece com todos, parece normal, e vocês não aceitam por ser considerado como um sinal de fraqueza, e na cultura estressante, da qual vocês são membros, isto é inaceitável.

Assim vocês vão se esforçando até que algo acontece, e intensifica ainda mais o estresse.

Aparentemente não há escapatória e nem parada na sua "esteira" pessoal até que ela para, e as recompensas que vocês buscam não proporcionam uma satisfação duradoura.

Isto não é jeito de viver.

Porém, vocês tentam se convencer que se vocês tentarem mais uma vez e puserem um pouco mais de esforço, vocês chegarão a um ponto em que vocês poderão começar a levar as coisas mais calmamente.

E mesmo pensando assim, vocês sabem que estão se iludindo; a experiência os ensinou que isso nunca acontece.

É por isso que fico lembrando vocês para se darem um tempo.

Eu quero estimulá-los a meditar, relaxar, ser amáveis consigo, porque esse é o único jeito de se afastar do intenso estresse da vida diária e ver, mesmo que só por momento, a insanidade disso.

Esse breve momento de consciência é suficiente para permitir que vocês comecem a mudar as crenças tão firmemente mantidas e as opiniões que lhes são dirigidas; e então vocês comecem a se ver de uma nova perspectiva — com as necessidades pessoais válidas que merecem ser conhecidas e honradas.

Quando vocês começarem a se honrar, vocês perceberão que outros também deveriam ser honrados, e assim suas atitudes e comportamentos mudarão, e vocês começarão a honrar os outros também.

Para honrar os outros primeiro vocês têm que honrar a si mesmos; não pode acontecer de outro modo, porque até vocês começarem a se honrar, vocês continuarão a não ter consciência da necessidade de honrar alguém.

Agora a centelha divina dentro de vocês se intensificará e se tornará uma chama.

O amor que ela gera irá encher todo o seu ser, trazendo-lhes um senso abençoado de paz e um conhecimento intuitivo de que vocês estão onde é suposto que vocês estejam.

Com essa paz virá aceitação — aceitação de cada momento como ele acontece — o julgamento definhará para ser substituído pela compaixão por todos e o perdão daqueles que parecem tê-los ofendido.

Então uma profunda compreensão interior virá em seguida, mostrando-lhes que vocês estão no seu caminho para a consciência de sua unidade inseparável com seu Criador divino cujo Amor por vocês é ilimitado.

Com muito amor, Saul.


fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/

SOLIDARIEDADE

"Se já dominas a ti mesmo, ampara aqueles que ainda não conseguem evitar a própria irritação.

Se te sentes com saúde, socorre o doente.

Se estás forte, auxilia aos mais fracos.

Se tens algum dinheiro, faze a doação de alguma parcela ao necessitado que espera a bênção de um pão.

Solidariedade é lei da vida.

Hoje consegues apoiar alguns, amanhã, talvez precisarás do apoio de todos."